Litteraria

As horas vagas mais improváveis

Desafio #7links do blog [Ferramentas Blog]

Decidi participar do Desafio 7 links que o Marcos Lemos, do Ferramentas Blog, propôs aos blogueiros. Temos que listar os links em 7 categorias, a saber: o primeiro post do seu blog, o post que você mais gostou de escrever, um artigo que gerou um bom debate (teve comentários participativos), um artigo DE OUTRO BLOG que você gostaria de ter escrito (que você gostou muito), o seu artigo mais útil, um post com o melhor título que você escreveu e qual o post que você queria que as pessoas tivessem lido mais (tivessem dado mais importância).

Minha lista segue abaixo.

1) O primeiro post do meu blog: Porque mudo tanto de blog?

Escrevi esse post quando estreei no Blogspot… eu estava de saco cheio de procurar plataformas de blog que não desconfigurassem do nada o template (no caso do UOL Blog), ou que não sumissem de repente com os meus blogs (no caso do Weblogger) ou que não tivessem um limite de postagens máximas (no caso do Terra Blog). Vi o serviço de blog do Google (aliás, o Blogspot já era do Google há quase três anos atrás?) e resolvi experimentar. E como podemos ver, deu mais do que certo! =D

2) O post que eu mais gostei de escrever: Depeche Mode, teoria literária e Linguística? Sim, faz sentido…

É difícil escolher um post que eu mais gostei de escrever mas, de todos eles, o que me deu mais orgulho foi o post sobre a música The bottom line do Depeche Mode. Orgulho, hehe, porque eu tive a tal da epifania ouvindo e eu sou uma tapada com teoria literária… e o assunto fluiu naturalmente a partir das minhas impressões sobre a letra e os meus conhecimentos em Linguística. =D

3) Um artigo que gerou um bom debate (teve comentários participativos): Há algo de estranho em São Paulo. E a culpa também é minha…

Escrevi esse artigo quando voltei de Curitiba e fiquei presa num engarrafamento na região do Cebolão por causa de uma enchente. Refleti sobre o lixo nas ruas da cidade, e obtive várias opiniões sobre o assunto.

4) Um artigo DE OUTRO BLOG que eu gostaria de ter escrito (que eu gostei muito): Tradução livre da música 505 do Arctic Monkeys

Não é puxando o saco do meu namorado, hehe, mas este artigo que ele postou no blog dele, o Escadas Rolantes, ficou realmente legal! Ele traduz e analisa a música 505 do Arctic Monkeys e até ler o artigo eu nem sabia que essa banda existia. Eu gostaria de ter escrito esse artigo porque ele vai além da tradução pura e simples, ele interpreta a letra à sua maneira. Leiam, é muito bom! =D

5) O meu artigo mais útil: Star Wars e alguns conceitos literários

Não é aquela coisa que se diga “nossa, esse artigo é de utilidade pública”, mas eu considero este artigo útil porque eu consegui expor alguns conceitos estranhos da teoria literária com exemplos que são famosos e caros a muita gente. Ainda tive uma ajudinha do Cerito, do Mensagens do Hiperespaço, que em seu comentário completou o conceito de deus ex machina. =D

6) Um post com o melhor título que eu escrevi: Ataque frontal e direto

Porque eu não tenho parafusos no cérebro, pessoal. O “artigo” é sobre o maremoto que ocorreu no Oceano Atlântico em abril de 2008 e mais uma ou outra coisa, mas a louca aqui resolveu que Ataque frontal e direto era um bom nome para um artigo e pronto. Nem me ocorreu que ele não tinha nada a ver com o assunto do artigo… =P

7) Qual o post que eu queria que as pessoas tivessem lido mais (tivessem dado mais importância): Fanzine Libélula – partes I, II, III e IV

É, não é um post só, é uma série de artigos sobre o meu fanzine literário, o Libélula. Eu adorei os comentários que eu recebi sobre ele, mas eu queria mesmo que ele tivesse tido mais visitas. O meu artigo mais visitado é sobre o plágio da Landmark, que também é importante, mas sabem aquela coisa de “own, eu queria que as pessoas lessem o fanzine também”? Então.

 

Bem pessoas, esta é a minha lista. Se gostaram da ideia, cliquem no link do Desafio (lá em cima) e façam suas listas! =D

Elise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo